fbpx

JÁ OUVIU FALAR

EM CORREIA DENTADA?

A correia dentada é responsável por manter a sincronia entre o virabrequim que transfere a força do motor às rodas e o comando de válvulas, responsável pela entrada e saída de gases no cilindro.
Ela é, sem dúvida, um dos itens que merecem atenção redobrada.
Qualquer eventual dano pode se transformar em uma imensa “dor de cabeça”.
A falta de manutenção pode ocasionar vários problemas e, em um caso extremo, até mesmo fundir o motor.
Os danos causados pela ruptura da correia podem chegar até a 15 vezes o valor que seria gasto com a sua substituição na manutenção preventiva.
Na maioria dos veículos é necessário trocar o(s) tensor(es) e analisar o desgaste das polias (peças que trabalham em conjunto com a correia dentada).

 

QUANDO REVISAR?
A correia dentada deve ser trocada de acordo com as recomendações da montadora do veículo. Esta informação está disponível no Manual do Proprietário do automóvel. A correia perde a resistência, eficiência e pode causar uma ruptura trazendo danos consequentes ao motor. O dano mais frequente é o choque mecânico entre as válvulas do cabeçote e os pistões do motor, podendo fundir o motor, como dito acima, além de outros danos relacionados.

WhatsApp chat